Estas são as três “ameaças existenciais” que preocupam Elon Musk

O homem mais rico do mundo revelou as três “ameaças existenciais” que a humanidade enfrenta e que o deixam preocupado. Numa entrevista concedida a Mathias Döpfner, o CEO da empresa que detém o Business Insider, Elon Musk afirmou que teme o extremismo religioso, o declínio da taxa de natalidade e a “inteligência artificial a correr mal”.

Destas três “ameaças existenciais” para a humanidade há uma que parece estar no topo das preocupações do CEO da Tesla.

“Passo muito tempo a falar da questão da taxa de natalidade. Essa pode ser a maior ameaça para o futuro da civilização humana”, assinalou Musk. “Estou muito preocupado”.

O empresário explicou que está “incomodado” com o problema da taxa de natalidade há “muitos anos”, porque “não vê a situação a mudar”. “Todos os anos piora. E deixo os meus amigos loucos com isto”, acrescentou.

Embora o declínio da taxa de natalidade deixe Musk consternado, o líder da Tesla enfatiza que não tem medo de morrer. “Eu certamente gostava de manter a minha saúde por um longo período de tempo. Mas não tenho medo de morrer. Penso que seria um alívio”, indicou, argumentando que quer viver o suficiente para ver a Space X concretizar os seus objetivos.



Comentários
Loading...