Estados Unidos retiram grupo separatista basco ETA de lista terrorista

Os Estados Unidos anunciaram hoje que retiraram o grupo separatista basco ETA da sua lista de organizações terroristas, quatro anos depois de este movimento ter anunciado a sua dissolução.

O Departamento de Estado remove a ETA desta lista juntamente com outros quatro movimentos: Aum Shinrikyo (um movimento de culto apocalíptico japonês), o Conselho Shura Mujahideen (braço da Al-Qaeda no Iraque), Kahane Chai (movimento ultranacionalista de Israel) e Jamaa al Islamiya (grupo fundamentalista islâmico do Egito).

A medida ocorre 11 anos depois de a Euskadi Ta Askatasuna (ETA) ter anunciado o fim definitivo da sua atividade de violência contra o Estado espanhol e quatro anos após a sua dissolução.

De acordo com a legislação, o Departamento de estado revê as designações de organizações terroristas a cada cinco anos, para determinar se as circunstâncias que sustentaram a designação mudaram de forma a justificar uma revogação.

O comunicado hoje divulgado adianta que a análise dos grupos terroristas em causa “determinou que, conforme definido pela legislação, as cinco organizações já não estão envolvidas em terrorismo ou atividades terroristas e não mantêm a capacidade e a intenção de fazê-lo”, permitindo a revogação das designações.

“Estas revogações não procuram ignorar ou desculpar os atos terroristas em que cada um desses grupos se envolveu anteriormente ou os danos que as organizações causaram às suas vítimas, mas sim reconhecer o sucesso que Egito, Israel, Japão e Espanha tiveram em deter a ameaça de terrorismo desses grupos”, refere ainda.

Ler Mais


Comentários
Loading...