Ensaio CUPRA Formentor 2.0 310cv

Jorge KM Farromba

Num momento em que as marcas procuram estar presentes em todos os nichos de mercado, a SEAT arriscou – e bem – em apostar numa nova marca que explora (ainda mais) a desportividade da SEAT.

E, se a marca a posiciona no campo da beleza, desportividade, estilo e performance, o certo é que cada vez que ensaio um CUPRA mais este me surpreende. Se, na SEAT, já considerava que as afinações das suspensões e o comportamento eram mais que meras palavras escritas, no Cupra esses (e outros) detalhes foram exponenciados.

Esteticamente, o Formentor tem um belo efeito visual. É apelativo. É desportivo. É cativante. A conjugação de cores e o bronze patente em vários detalhes potencia esse efeito.  Visto de qualquer dos ângulos, cativa.

No interior, mesmo não tendo plásticos moles em toda a extensão do habitáculo, os mesmos são de qualidade e a montagem está num bom patamar. Novamente, os bancos têm o suporte lateral ideal (quase umas confortáveis bacquets), um ecrã central com o melhor design “APPLE” direcionado para o condutor e, um volante com a pega perfeita ou, perto disso.

Ergonomia /usabilidade

Quando construem automóveis por vezes as marcas não ousam muito em sair “fora da caixa”. E aqui a SEAT, perdão, a CUPRA, fez isso mesmo. Retirou a chave da ignição e o botão da posição habitual e colocou-o no volante. Melhorou a perceção de desportivo, a usabilidade, mas acima de tudo, baixam os custos pois a cablagem necessária para o volante traz mais um fio. Simply Clever! Já agora, do outro lado do volante está o botão “mágico” que permite vários modos de condução. Só me recordo de um – CUPRA – que nos bafeja com o som cativante do motor e com afinações distintas e mais incisivas.

E, em estrada?

Senhor de uma ótima posição de condução e usabilidade é fácil gostar de estar sentado no CUPRA. Encaixamos no mesmo, de modo quase perfeito. Tudo está ao nosso alcance e mesmo o modo como o volante, bancos e pedais se intersectam é digno de registo.

Em estrada, sentimos que estamos sempre em presença de um modelo confortável q.b com 310cv de pura adrenalina mas que, fruto das afinações da suspensão, da precisão da direção e do chassis, somos facilmente convidados a querer tirar mais e mais partido do Formentor. Pessoalmente, preferia que as patilhas atrás do volante fossem maiores (ao estilo Maserati) mas a competente caixa DSG de 7 velocidades cumpre muito bem o seu papel.

Em termos de consumos tanto podemos gastar 8litros como 20l. Tudo depende do impacto do pé direito no acelerador. Mas convençam-se. Temos SUV Coupé!

Felizmente existem marcas que ousam desafiar estes limites e, mesmo do ponto de vista comercial, o modo correto, assertivo e a aposta no desporto; a criação em parceria de um iate, são um belo exemplo de marketing para uma marca que só agora dá os primeiros passos no exigente mercado automóvel. Preço 49.387€

Ler Mais


Comentários
Loading...