Desconfinamento: Conselho de Ministros reúne-se amanhã para decidir antecipação da próxima etapa

O Governo marcou uma reunião extraordinária em Conselho de Ministros para esta sexta-feira, de forma a decidir sobre uma eventual antecipação da próxima fase de desconfinamento, segundo apurou a Multinews junto de fonte governamental.

A reunião acontece depois de a ministra da saúde, Marta Temido, ter dado a entender hoje que o Governo poderia antecipar-se ao Conselho de Ministros agendado para dia 26 de agosto, caso a evolução pandémica assim o exigisse.

“Há uma reunião do Conselho de Ministros agendada para de hoje a uma semana, mas uma alteração de circunstâncias deste tipo pode motivar uma reunião extraordinária. Os portugueses trabalharam para isso”, disse. “Se for possível avançar para um alívio, fá-lo-emos”, garantiu.

Acontece que também esta quinta-feira a governante anunciou que Portugal tinha atingido os 70% de população totalmente vacinada contra a Covid-19, a percentagem determinada pelo Governo para que se possa avançar para a segunda etapa de reabertura.

O objetivo dos 70% de vacinados em Portugal foi atingido “algumas semanas antes” do que estava previsto, revelou ainda a ministra. “Estamos a vacinar neste momento muito perto de 100 mil pessoas por dia”, acrescentou.

No entanto, Marta Temido recordou: “É preciso que todos consideremos os nossos atos enquanto vivermos em pandemia”.

Portugal está agora na primeira fase do Plano de Desconfinamento. De acordo com o plano inicial apresentado pelo Governo, as restantes fases entrarão em vigor quando 70% da população ou 85% da população, respetivamente, estiver totalmente vacinada.

Na próxima fase, espera-se que sejam aliviadas algumas medidas, nomeadamente o fim da máscara obrigatória na via pública ou o fim dos limites de lotação nos transportes públicos.

Contudo, é possível que a primeira medida não seja aliviada já, uma vez que é necessária aprovação da Assembleia da República, podendo a regra manter-se, pelo menos até 12 de setembro, altura em que termina a legislação.

Ler Mais


Comentários
Loading...