Cumbre Vieja: milhares de habitantes enfrentam dilema do que fazer aos milhões de metros cúbicos de lava e cinzas deixadas pela erupção

Os moradores da ilha espanhola de La Palma lutam com um dilema: o que fazer com os milhões de metros cúbicos de lava e cinzas que a erupção do Cumbre Vieja deixou para trás. O vulcão esteve ativo por 85 dias, expelindo cinzas e rios de lava que engoliram mais de mil casas, cortaram estradas e sufocaram as plantações de banana que movimentam a economia da ilha.

A erupção foi declarada extinta no dia de Natal, deixando os moradores lutando com a difícil tarefa de reconstrução. “É brutal”, apontou Javier Moreno, um dos 80 mil moradores de La Palma. “A área afetada parece ter erguido o Muro de Berlim mas feito de lava negra.”

Nos últimos dias, cerca de 2 mil dos 7 mil moradores evacuados foram autorizados a voltar para as suas casas. Muitos chegaram para encontrar camadas de cinzas em pó a cobrir as suas casas, pátios e plantas. “É uma batalha contínua”, disse Moreno. “Limpa-se hoje, amanhã o vento sopra mais alguns centímetros.”

Em partes da ilha, as cinzas soterraram casas, engoliram plantações verdejantes e acumularam-se em bancos de metros de altura. A lava e as cinzas alcançaram além da ilha; a lava que caiu no oceano durante as erupções criou duas novas penínsulas, medindo 44 e 5 hectares, enquanto as imagens subaquáticas revelaram vida marinha coberta de cinzas.

Equipas de especialistas estão a estudar as propriedades das cinzas em La Palma, enquanto outra equipa de investigadores está a analisar se o solo rico em minerais pode ser usado como fertilizante. Enquanto isso, as autoridades regionais estão a explorar a possibilidade de usar as cinzas para construir casas, estradas e pontes na ilha. “Não é uma ideia original, estamos a usar as técnicas que os romanos usavam”, disse Javier Juvera, engenheiro do departamento de obras públicas das Ilhas Canárias. “Os romanos trabalhavam com as cinzas que saíam do [Monte] Vesúvio e usavam-nas para construir os seus edifícios.”



Comentários
Loading...