Covid-19: Variante Delta espalha-se tão rápido como a varicela (mesmo entre pessoas vacinadas), diz CDC

A variante Delta da Covid-19 espalha-se tão rapidamente como a varicela, mesmo entre pessoas vacinadas. Para além disso, parece causar doenças mais graves, segundo o ‘Independent’.

Estas conclusões constam de um documento dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), que foi descoberto pela imprensa norte-americana e divulgado esta sexta-feira.

Cada pessoa infetada com a variante Delta pode, em média, acabar por espalhar o vírus para outras oito ou nove, tornando-o tão transmissível como a varicela, revela o documento.

Por esse motivo, o organismo admite que a luta agora é de outro calibre. “A guerra mudou”, pode ler-se no documento agora divulgado, que recomenda também a implementação em massa das vacinas, bem como o uso universal de máscara, para combater a variante.

Uma pesquisa ainda não publicada citada pelo documento também apontou que as pessoas que estão totalmente vacinadas contra a Covid-19 podem espalhar a variante Delta a uma taxa semelhante, face às que não estão vacinadas.

O documento, no entanto, afirma que as pessoas vacinadas estão mais seguras, com o risco de doenças graves ou morte a reduzir cerca de 10 vezes e o risco de contrair infeções, até três vezes.

“As vacinas previnem mais de 90% das doenças graves, mas podem ser menos eficazes na prevenção da infeção ou transmissão, o que significa mais avanços e mais disseminação na comunidade, apesar da vacinação”, refere o documento.

Rochelle Walensky, diretora do CDC, confirmou a autenticidade do documento que foi visto pela primeira vez pelo ‘The Washington Post’.

“Eu acho que as pessoas têm de entender que não estamos a chorar lágrimas de crocodilo. Isto é a sério. É um dos vírus mais transmissíveis que conhecemos”, disse a responsável.

Em Portugal, a prevalência da variante Delta em Portugal é de 97,8% mas juntando a sua mutação Delta Plus, mais contagiosa, o total já é de 98,6%.

Segundo o INSA, todas as regiões têm uma prevalência da variante Delta acima dos 95%. Na região Norte, onde a variante em causa demorou mais tempo a tornar-se hegemónica, isto também já se verifica.

Ler Mais


Comentários
Loading...