Covid-19: menos infeções, internamentos e mortes, indica DGS

Portugal registou, entre 26 de julho e 1 de agosto, 21.302 infeções pelo coronavírus SARS-CoV-2, 66 mortes associadas à Covid-19 e uma nova diminuição significativa dos internamentos, assim como nos cuidados intensivos -, indicou esta 6ª feira a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico semanal da DGS, em relação à semana anterior, registaram-se menos 7.536 casos de infeção, verificando-se ainda uma redução de 9 mortes na comparação entre os dois períodos.

Quanto à ocupação hospitalar em Portugal continental por Covid-19, a DGS passou a divulgar às sextas-feiras os dados dos internamentos referentes à segunda-feira anterior à publicação do relatório.

Com base nesse critério, o boletim indica que, na última segunda-feira, estavam internadas 679 pessoas, menos 154 do que no mesmo dia da semana anterior, com 48 doentes em unidades de cuidados intensivos, menos 6.

“O número de novos casos de infeção por SARS-CoV-2, por 100.000 habitantes, acumulado nos últimos 7 dias, foi de 207 casos, com tendência decrescente a nível nacional e em todas as regiões”, pôde ler-se no comunicado.

“A epidemia da Covid-19 apresenta uma incidência elevada, com tendência decrescente. A mortalidade específica por Covid-19 apresenta uma tendência decrescente. Deve ser mantida a vigilância da situação epidemiológica da Covid-19, recomendando-se a manutenção das medidas de proteção individual, a vacinação de reforço e a comunicação frequente destas medidas à população.”, recomendou esta 6ª feira o INSA (Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge).

” O R(t) apresentou um valor inferior a 1 a nível nacional e na maioria das regiões, à exceção da Região Autónoma dos Açores, o que indica uma tendência decrescente de novos casos”, finalizou.

Ler Mais


Comentários
Loading...