Covid-19: há cinco locais de onde deve fugir se quiser evitar contrair infeção, alertam especialistas

As subvariantes BA.4 e BA.5 da Ómicron estão a impulsionar outro surto da Covid-19, segundo alertaram diversos especialistas à ‘ETNT Health’. “Os nossos dados sugerem que as novas subvariantes provavelmente serão capazes de levar a surtos de infeções em populações com altos níveis de imunidade vacinal, bem como a imunidade natural BA.1 e BA.2”, apontou Dan Barouch, diretor do Centro de Virologia e Pesquisa de Vacinas no Beth Israel Deaconess Medical Center, em Boston, nos Estados Unidos.

“No entanto, é provável que a imunidade da vacina ainda forneça proteção substancial contra doenças graves resultantes da BA.4 e BA.5”, avisaram, recomendando cinco locais que deve evitar se se quiser proteger da infeção.

Cadeias e Prisões

Cadeias e prisões são locais de alto risco para a Covid-19 devido à dificuldade de distanciamento social. “As prisões, por definição, não são feitas para distanciamento social”, gaarantiu o diretor do ‘Bureau of Prisons’, Michael Carvajal, ao Comité Judiciário do Senado. “São feitas, ao contrário, para conter as pessoas.”

Ginásios

Os ginásios cobertos, em especial com aulas em que as pessoas estão a exercitar-se lado a lado, também podem ser locais de superdifusão. “Como fisiologista do exercício, quando alguém se exercita há mais ar a sair de uma pessoa”, apontou Henning Wackerhage, professor de biologia do exercício na Technische Universität München, na Alemanha. “Mas não sabíamos antes, e que francamente era pouco esperado, é quando nos exercitamos muito há mais partículas por litro de ar.” “Se não está disposto a contrair a Covid-19, não vá”, referiu Michael Klompas, epidemiologista hospitalar e médico de doenças infeciosas do Brigham and Women’s Hospital. “Num momento como o atual, quando há muito Covid19 por aí, é uma proposta de alto risco.”

Teatros internos

“Lá fora é melhor do que dentro, então se for ao cinema, esteja totalmente vacinado e mascarado”, referiu o médico Georges C. Benjamin. “Exigiria que as pessoas use uma máscara em áreas comuns. E, claro, tomaria cuidado para pessoas com problemas médicos subjacentes.”

Lares de idosos

Os lares de idosos têm sido um local de alto risco para infeções pela Covid-19 desde o início da pandemia: um estudo com 104 pacientes positivos mostrou que o vírus era detetável em 90% dos quartos dos pacientes (especialmente em controlos remotos e botões de chamada de enfermagem), mesmo dias depois. “Esses dados mostram que o coronavírus é omnipresente e persistente nos quartos dos residentes de lares e destacam a importância contínua de limpeza e proteção rigorosas de funcionários e visitantes”, sublinhou Lona Mody, líder do pesquisa de prevenção de infeções em casas de repouso no Departamento de Medicina Interna da Michigan Medicine.

Restaurantes e bares

Continuam a ser locais de alto risco para a Covid-19, garantem os especialistas. “Restaurantes e bares são de risco particular principalmente porque as interações entre as pessoas ocorrem a menos de 1,80 metros umas das outras”, alertou o Comité de Saúde Pública do condado de Dallas. “O CDC divulgou um estudo com 314 adultos que descobriu que indivíduos com Covid-19 eram mais propensos a comer num restaurante ou num bar nas 2 semanas anteriores. A Covid-19 duplicou depois da visita a restaurantes se a maioria dos clientes estivesse a usar máscaras e quadruplicaria se não estivessem.”

Ler Mais


Comentários
Loading...