Costa faz mini-remodelação no Governo. Saiba quem entra, quem sai e quem muda de lugar

António Costa levou a cabo uma ‘mini-remodelação’ no Governo esta terça-feira. O primeiro-ministro trocou Rita Marques por Nuno Fazenda, que passa a ser o novo secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, e João Neves por Pedro Cilínio, que passa a ser o novo secretário de Estado da Economia.

Outra mudança é a de António Mendonça Mendes, que deixa as funções de secretário de Estado dos Assuntos Fiscais para ocupar o lugar de secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro, que estava em aberto desde a demissão de Miguel Alves.

Foram ainda nomeados pelo primeiro-ministro, e aceites por Marcelo Rebelo de Sousa, João Nuno Mendes para Secretário de Estado das Finanças, Nuno Miguel Santos Félix para Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais e Margarida Vieira Reis para o cargo de Secretária de Estado do Tesouro. Estes novos secretários de Estado vão ocupar pastas que, até agora, não existiam.

Conheça os mais recentes membros do Governo, que tomarão posse das novas funções já esta sexta-feira.

António Mendonça Mendes

O novo secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro nasceu em Coimbra, em 1976 e é licenciado em Direito na universidade da cidade que o viu nascer.

Começou a vida política como assessor do Secretário de Estado da Justiça do Governo de Portugal, cargo ocupado entre 1999 e 2002. Exerceu advocacia na Gonçalves Pereira, Rato, Ling, Vong & Cunha, antes de ser Chefe do Gabinete da Secretária de Estado dos Transportes do Governo de Portugal, entre 2005 e 2008.

Ocupou o cargo de Chefe do Gabinete da Ministra da Saúde entre 2009 e 2010 e diretor na REFER, sob alçada do Capital Humano, Assuntos Jurídicos e Organização, durante dois anos, entre 2011 e 2013.

Até 2017 foi advogado e sócio da André, Miranda e Associados – Sociedade de Advogados, em Lisboa.

Homem de confiança de Costa, Mendonça Mendes desempenhou as funções de Secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais do XXI e XXII Governos Constitucionais.

Nuno Fazenda

O novo secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda de Almeida, tem 46 anos e é licenciado em Turismo, mestre me Gestão e Políticas Ambientais, e doutorado em Planeamento Regional e Urbano.

Técnico Superior e Professor Universitário de profissão, passou pelo Turismo de Portugal, onde foi diretor do Departamento de Gestão de Programas Comunitários, tendo também sido vogal não executivo do Conselho Diretivo da Fundação Côa Parque.

Atualmente é professor convidado da Universidade Católica Portuguesa, perito no Centro Mundial de Excelência dos Destino e deputado na atual legislatura (cargo desempenhado também na anterior).

Pedro Cilínio

O novo secretário de Estado da Economia conta com anos de experiência na área dos negócios. Segundo o Link to Leaders, empresa da qual foi colaborador, Cilínio tem “mais de 20 anos de experiência em avaliação de projetos de investimento, adquirida em várias funções exercidas no IAPMEI e na AICEP”.

Tem um mestrado em Gestão Industrial, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, mestrado em Gestão de Empresas pelo ISCTE-IUL e um Eecutive MBA no INDEG-ISCTE.

João Nuno Mendes

O anterior Secretário de Estado das Finanças do XXII Governo Constitucional vai agora ocupar o mesmo cargo na atual legislatura, deixando de ser Secretário de Estado do Tesouro. Nascido em Coimbra, é licenciado em Gestão pelo Instituto Superior de Economia e Gestão – ISEG, em 1994, onde foi assistente na área da gestão.

Trabalhou na Arthur Andersen entre 1994 e 1996. Desempenhou funções de Secretário de Estado do Planeamento, entre 1999 e 2002, no XIV Governo da República, ficando com a pasta do terceiro quadro comunitário de apoio.

Também trabalhou como assessor económico do Gabinete do Primeiro-Ministro, no governo de António Guterres, entre 1996 e 1999. Passou pelo grupo Amorim e pela Galp Energia, onde esteve até 2016 como diretor.

Foi Presidente do Conselho de Administração do Grupo Águas de Portugal, entre 2016 e 2019 e, desde maio de 2020, liderou as negociações da ajuda do Estado à TAP.

Nuno Miguel Santos Félix

Chega agora ao Governo depois de ter sido nomeado, em julho, em regime de substituição, para o cargo de subdiretor-geral da área da Relação com o Contribuinte da Autoridade Tributária e Aduaneira.

Licenciado em Direito pela Universidade Nova de Lisboa, com mestrado de Investigação em Direito na Universidade Católica Portuguesa e pós-graduado em Direito Fiscal pela Universidade de Lisboa, foi Chefe de Gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais e Adjunto no Gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais no Ministério das Finanças entre 2015 e 2018.

Antes foi diplomata na Embaixada de Portugal em São Tomé e Príncipe, e Secretário de Embaixada na Direção Geral de Política Externa do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Margarida Vieira Reis

Foi vogal e membro do Conselho de Administração e Comissão Executiva da TAP, nomeada pelos anteriores acionistas da transportadora aérea portuguesa, tendo pedido a demissão em fevereiro de 2022.

Na altura, Margarida Reis justificou “decidindo encerrar este capítulo da sua vida profissional” com o objetivo de abraçar “novos desafios”.

A nova Secretária de Estado do Tesouro é também professora AESE Business School. É licenciada em Engenharia Eletrónica e um Executive MBA pela AESE/IESE. Trabalhou na Acatel Portugal, Lucent Technologies e no grupo Portugal Telecom.

Passou também pela REN e desde julho de 2022 que era Presidente Executiva da NAV Portugal.

Ler Mais



loading...
Notícias relacionadas