Contratação de jovens médicos: De um total de 942 vagas abertas, 17% não tiveram candidatos

No concurso de recrutamento de jovens médicos, 17% do total de vagas disponibilizadas não registaram qualquer candidato, avança o ‘Público’, que cita dados da Administração Central do Sistema de Saúde, publicados em Diário da República (DR). 

Segundo os mesmos dados, foram admitidos 782 candidatos em nove especialidades, para um total de 942 lugares colocados a concurso, o que significa que 17% das vagas focaram por ocupar.

As especialidades são: anestesiologia, ginecologia/obstetrícia, medicina geral e familiar, medicina interna, nefrologia, ortopedia, otorrinolaringologia, pediatria e saúde pública.

Contudo, importa ainda referir que a lista publicada pode não se traduzir no mesmo número de contratações para o SNS, uma vez que há a possibilidade de médicos admitidos não efetivarem contrato com o serviço público de saúde.

“Dos médicos que se candidatam, cerca de 20% acabam por não aceitar a vaga e dos que entram no período experimental de 60 dias [após assinatura de contrato] cerca de 5% não ficam”, afirma Jorge Roque da Cunha, secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), citado pelo jornal.



Comentários
Loading...