Comissão Parlamentar de Inquérito pretende indiciar o presidente brasileiro Jair Bolsonaro de 11 crimes

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Covid, criada pelo Senado brasileiro após determinação do Supremo Tribunal, pretende indiciar de pelo menos 11 crimes o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, segundo informou esta sexta-feira o relator da CPI, Renan Calheiros, à rádio CBN. Segundo o senador, os possíveis crimes incluem epidemia com resultado morte, infração de medidas sanitárias, emprego irregular de verba pública, incitação ao crime, falsificação de documento particular, charlatanismo, prevaricação, genocídio de indígenas, crimes contra a humanidade, crimes de responsabilidade e homicídio por omissão.

No relatório final da comissão, Renan Calheiros detalhou que todos os crimes serão descritos e contextualizados a partir da conduta de Jair Bolsonaro durante a pandemia do Covid-19, assim como do antigo ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello e do seu braço-direito na pasta da Saúde, Élcio Franco.



Comentários
Loading...