Brexit: Representantes da UE e Reino Unido reúnem-se hoje para resolver impasse sobre a Irlanda do Norte

Liz Truss, ministra dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, e Maroš Šefčovič, vice-presidente da Comissão Europeia, reúnem-se esta segunda-feira para intensificar negociações e resolver o impasse sobre a Irlanda do Norte pós-Brexit.

Na sexta-feira, o principal negociador da UE para o Brexit sinalizou que as negociações do Protocolo da Irlanda do Norte com o Reino Unido podem chegar ao fim até o final de fevereiro, se não houver avanço.

Este facto prende-se com a campanha eleitoral da Assembleia da Irlanda do Norte, que deve começar no início de março.

Os eurodeputados acreditam que a UE está relutante em continuar as negociações durante o que se espera ser uma campanha eleitoral altamente carregada na Irlanda do Norte.

Maroš Šefčovič informou os membros do Grupo de Coordenação do Reino Unido do Parlamento Europeu, sobre a sua última reunião Liz Truss, em Kent na semana passada.

“A UE não quer ser arrastada para a campanha eleitoral da Irlanda do Norte se isso não ficar resolvido até o final de fevereiro”, disse um eurodeputado presente.

Embora a UE tenha tentado evitar prazos na atual fase das relações com o Reino Unido sobre a questão da Irlanda do Norte, entende-se que há preocupação com a campanha eleitoral e a consequente disputa para formar um novo Executivo na Irlanda do Norte que, é temido, pode demorar algum tempo.

Apesar de Truss esperar que um acordo sobre o Protocolo da Irlanda do Norte possa ser alcançado até ao final de fevereiro, há preocupações do lado da UE de que o prazo seja muito curto, já que Londres e Bruxelas permanecem distantes em assuntos chave.

Ambos os lados têm discutido uma série de propostas publicadas pela Comissão Europeia em outubro destinadas a aliviar alguns dos encargos do protocolo, incluindo o movimento de mercadorias do Reino Unido para a Irlanda do Norte e o livre fluxo de medicamentos.

O Reino Unido disse que as propostas não vão longe o suficiente e exigiu mudanças mais abrangentes no protocolo.

O vice-presidente da Comissão Europeia disse aos deputados que houve um melhor tom e atmosfera nas conversações, que tiveram lugar na Chevening House na quinta e sexta-feira de manhã.

No entanto, Šefčovič expressou frustração com o foco de Truss nos aspetos de auxílio estatal do protocolo, que exigem que o Reino Unido notifique a UE sobre casos em que é concedida ajuda a empresas da Irlanda do Norte, ou empresas britânicas com subsidiárias na Irlanda do Norte.

Ler Mais


Comentários
Loading...