Vendas de veículos ligeiros de passageiros caíram 59% em fevereiro

Segundo dados disponibilizados hoje pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP), em fevereiro deste ano foram matriculados no país 8.311 veículos ligeiros de passageiros, o que representa uma diminuição de 59% face a igual período do ano passado. De notar que em fevereiro de 2020 a pandemia de covid-19 ainda não tinha sido declarada.

A ACAP afirma, em comunicado, que “estes valores vêm confirmar que o setor automóvel continua a ser um dos mais afetados pela situação que o país está a atravessar”.

“Se considerarmos o conjunto do mercado (com ligeiros de passageiros, ligeiros de mercadorias e veículos pesados) no mês de fevereiro, foram matriculados 10.699 veículos automóveis, ou seja, menos 53,6% do que no mês de fevereiro de 2020”, pode ler-se no comunicado da ACAP. Nos dois primeiros meses do anos foram colocados em circulação 23.211 novos veículos, o que representou uma diminuição homóloga de 42,7%.

No que diz respeito aos ligeiros de mercadorias, estes registaram uma queda de 17,8% em fevereiro, face ao mês homólogo do ano anterior, situando-se em 2.041 unidades matriculadas. Em termos acumulados, no período de janeiro a fevereiro de 2021, o mercado atingiu 4.139 unidades, o que representou uma queda de 18,5 por cento face ao período homólogo do ano anterior.

Quanto ao mercado de veículos pesados, que engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, no segundo mês do ano de 2021 verificou-se um crescimento de 19,2% em relação ao mês homólogo do ano anterior, tendo sido comercializados 347 veículos desta categoria. Nos dois primeiros meses do anos as matrículas totalizaram 732 unidades, o que representou uma queda do mercado de 5,8% relativamente ao período homólogo de 2020.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...