Vendas de EV cresceram 1,8% nos Estados Unidos em 2020

Em 2020 registou-se um boom do mercado de veículos elétricos na Europa e um novo recorde na China, mas no que diz respeito aos Estados Unidos, a adoção deste tipo de veículos continua a não entusiasmar, apesar da tendência ser, também, de crescimento. De acordo com dados disponibilizados pela IHS Markit, as matrículas de novos veículos 100% elétricos nos Estados Unidos registaram um valor recorde de 1,8%, o que sendo marcante, contrasta fortemente com o crescimento de 216,9% na Europa. No mês de dezembro este valor foi bastante superior à média anual dos Estados Unidos, com os veículos exclusivamente elétricos a atingirem uma quota de mercado de 2,5%.

“Ao mesmo tempos que as matrículas de automóveis em geral tiveram uma queda no total do ano devido aos impactos da covid-19, o factos dos EV terem tido um crescimento da quota de mercado indica que a aceitação dos consumidores está a aumentar. Na perspetiva do retalho, os EV contaram em 2,8% para as novas matrículas em dezembro, o que mais do que triplica a quota do retalho de há três anos”, pode ler-se no relatório.

Segundo as previsões da IHS Markit, os Estados Unidos poderão atingir uma quota de mercado de veículos elétricos de 3,5% em 2021. E, até 2025, este valor poderá ascender aos 10%.

No que diz respeito à fidelidade, o relatório também conclui que quem compra um veículo elétrico volta a essa opção quando precisa trocar de carro.





Comentários
Loading...