Mercedes-Benz cresceu 1,5% em Portugal no primeiro trimestre e lidera o segmento premium

As vendas da divisão Mercedes-Benz Cars totalizaram 590.999 veículos ligeiros de passageiros (+22.3%) no primeiro trimestre de 2021, impulsionadas pela China e pelos EUA, bem como por uma elevada procura por modelos híbridos plug-in e totalmente elétricos.

Em comunicado, a marca alemã detalha que na Europa, um em cada quatro veículos comercializados das marcas Mercedes-Benz e smart é um modelo xEV. Em termos globais, os modelos híbridos plug-in e totalmente elétricos representaram cerca de 10% das vendas totais com aproximadamente 59.000 unidades, dos quais 16.000 são modelos totalmente elétricos.  

A Mercedes-Benz adianta ainda que o EQA, apresentado em janeiro, já alcançou um elevado número de encomendas por parte de potenciais clientes. As primeiras entregas do EQA começaram no final de março. 

Com o EQS, o EQB e o EQE, irão ocorrer mais três apresentações de modelos da marca Mercedes-EQ em 2021, que irão alargar a gama de veículos totalmente elétricos da Mercedes-Benz Cars para seis unidades. A empresa irá também continuar a expandir a sua ampla e atrativa gama de produtos xEV através do lançamento de um total de 30 versões híbridas plug-in até ao final de 2021. 

A Mercedes-Benz afirma também que a atual escassez mundial de fornecimento de semicondutores afetou as entregas no primeiro trimestre e irá continuar a afetar as vendas no segundo trimestre. A empresa diz estar a monitorizar atentamente esta situação e encontra-se em permanente contacto com os fornecedores. 

Vendas unitárias de veículos ligeiros de passageiros Mercedes-Benz por região e mercado 

As vendas da Mercedes-Benz na região Ásia-Pacífico cresceram 46,6% onde foi alcançado um novo recorde com 222.520 de veículos entregues no primeiro trimestre (+60,1%). Em janeiro, as vendas na China atingiram praticamente o marco dos 100.000 veículos num único mês. Na Europa, apesar das contínuas medidas de confinamento em vários mercados desde o início do ano, as vendas da marca aumentaram ligeiramente no primeiro trimestre face ao período homólogo de 2020 (+1.8%). Na Alemanha, a Mercedes-Benz vendeu um total de 54.446 veículos ligeiros de passageiros (15,4%). As vendas na região da América do Norte totalizaram 88.318 unidades (+12,5%), com 78.256 veículos ligeiros de passageiros a serem entregues a clientes nos EUA (+15,5%). 

Adicionalmente, nos EUA, a Mercedes-Benz foi a marca de veículos luxo que mais vendeu no primeiro trimestre. 

Em Portugal, a Mercedes-Benz alcançou em março, uma vez mais, a 2ª posição no mercado nacional e um crescimento (+1,5%) face ao período homólogo de 2020. Fruto da elevada procura pelos seus automóveis (1.210 unidades comercializadas e uma quota de mercado de 9,5%), a Mercedes-Benz continua a ocupar a 1ª posição no segmento premium em Portugal. Destaque ainda para a excelente performance da marca da estrela no segmento de xEV, onde continua líder de mercado, com 522 unidades comercializadas em março (YTD: 1.283) de 2021 (BEV – 37 unidades e PHEV – 1.246), e cuja quota de mercado corresponde atualmente a 52,6%. 

Vendas unitárias da Mercedes-Benz Cars & Vans 

A Mercedes-Benz comercializou 581.270 veículos em todo o mundo entre janeiro e março (+21,8%). Com um total de mais de 50.000 encomendas recebidas, a procura e as encomendas do novo Classe S manteve-se num elevado nível. Adicionalmente, as vendas do Classe S (+17%), dos modelos do segmento SUV (+54,3%) e do Classe E limousine e station (+23,9%) alcançaram um forte crescimento de dois dígitos no primeiro trimestre. Na smart, as vendas globais totalizaram 9.729 unidades dos modelos de duas e de quatro portas – um forte crescimento de 65,9% devido à elevada procura na Alemanha por veículos totalmente elétricos. 

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...