Jovens não olham só para o preço quando escolhem um carro usado

A preocupação com o ambiente e a qualidade da oferta disponível aumentam a apetência por carros usados, mas no final é a confiança que dita a escolha.

Por Luís Lopes, managing director da CarNext Portugal

Os jovens são os que mais utilizam carros usados, segundo o Barómetro de Mobilidade da CarNext, que apurou uma percentagem de quase 80% de condutores de automóveis usados nos inquiridos da faixa etária entre os 18 e os 35 anos.

Não é uma surpresa que as faixas mais jovens sejam as principais clientes do mercado de carros usados, mas os motivos que se encontram por trás destes resultados parecem ter-se alterado. Obviamente que a questão do preço continua a ter um peso considerável como razão para que os jovens (ou os pais nas faixas mais novas) optem pela compra de um automóvel usado. No entanto, é preciso ter em conta que a oferta de automóveis usados disponível no mercado afastou a crença “antiga” de que um recém-encartado devia conduzir um carro antigo “para aprender”. Nunca o mercado dos carros usados apresentou veículos com tanta qualidade, nem condições tão vantajosas.

A qualidade desta oferta é parte da razão porque os jovens desde os 18 até aos 35 anos – os mais velhos num momento diferente da vida e geralmente com uma disponibilidade financeira superior – escolhem sem hesitação a compra de carros usados. Comprar um carro em segunda mão não se equipara a adquirir o “chasso” que fez parte das juventudes de há 10 ou 15 anos, e o serviço prestado por operadores como a CarNext já não assenta num modelo em que, depois de sair da loja, o cliente fica entregue a si.

Outro dado apurado pelo Barómetro de Mobilidade da CarNext aponta para que 36% dos inquiridos na faixa dos 18 aos 23 anos tenha comprado um carro usado nos últimos 12 meses. Esta é uma faixa etária em que o ambiente e o desperdício se tornaram preocupações diárias e são hoje uma tendência, ditando hábitos de compra. Desta preocupação nasceu uma economia circular que assenta principalmente na reutilização.

Um carro usado recente, com poucos quilómetros e em perfeitas condições, cumpre todos os requisitos para ser a opção ideal para os jovens que querem evitar o desperdício de produtos em perfeitas condições.

Há mais um dado a destacar: esta é também uma geração habituada a tecnologia e que se encontra ligada durante a maior parte do dia.

O crescimento do comércio eletrónico, que foi despoletado pela pandemia Covid-19, criou uma oportunidade de longo prazo para expandir a nossa posição como líderes num espaço que se encontra perfeitamente adequado às necessidades atuais e futuras de mobilidade do consumidor. 66% dos inquiridos entres os 18 e os 35 anos afirmou considerar a possibilidade de comprar um carro online. Este é um consumidor que está a desenvolver hábitos que perdurarão enquanto a qualidade dos produtos e serviços que lhe fornecermos corresponder às suas expectativas.

Ler Mais


Comentários
Loading...