Apple chama fornecedora de baterias da Tesla para a mesa das negociações. Vem aí um elétrico com maçã no capot?

A Apple está no início de uma longa negociação com a chinesa CATL, a maior produtora de baterias do mundo, e a BYD, o quarto maior player deste setor a nível global. Se tudo correr bem, estes serão os nomes que fabricarão as baterias do carro elétrico da multinacional, fundada por Steve Jobs, segundo duas fontes próximas da mesa de discussão, contactadas pela Reuters.

Até ao momento, a Apple não avançou com qualquer possibilidade do lançamento de um automóvel com a marca da maçã, no entanto, são muitas as evidências apresentadas todas as semanas pela imprensa internacional que levam a acreditar que tal plano vai mesmo para a frente.

A Reuters não conseguiu saber se, neste momento, a Apple também está a negociar com outras fabricantes ou se pretende projetar a sua própria bateria, como tinha sido especulado no mês passado.

No entanto, a CATL, que fornece grandes players incluindo a Tesla, está reticente quanto ao facto de ter de construir uma fábrica nos EUA, devido às tensões políticas entre Washington e Pequim e ao custo elevado desta operação.

A Apple é a favor das baterias de fosfato de ferro de lítio, que são mais baratas de produzir, porque usam ferro em vez de níquel e cobalto, que são materiais muito mais caros, confessaram outras quatro fontes da gigante digital.

Com esta notícia, as ações da BYD subiram 5,4% em Hong Kong no final da tarde e fecharam em alta a 6,5% em Shenzhen. A CATL reverteu as perdas e subiu 0,5% no mercado asiático.

A Reuters informou, na semana passada, que a CATL está a planear construir uma nova fábrica de baterias  em Xangai.

Ler Mais




Comentários
Loading...