Sindicato acusa Autoeuropa de apresentar “contraproposta vergonhosa” aos trabalhadores

O SITE-Sul, Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul, acusou hoje a Autoeuropa de apresentar uma “contraproposta vergonhosa”, com redução de rendimentos e regalias, em resposta às reivindicações dos trabalhadores.

“Num ano em que a própria administração, através do diretor geral pela comunicação social, considerou 2020 como o terceiro melhor de sempre da Volkswagen Autoeuropa, apresenta agora uma contraproposta às reivindicações dos trabalhadores no mínimo vergonhosa”, refere-se em comunicado divulgado pelo sindicato.

A Comissão de Trabalhadores (CT) da Autoeuropa também rejeitou as propostas apresentadas pela administração da fábrica de automóveis de Palmela, no distrito de Setúbal, mas o SITE-Sul considera que esta tomada de posição da administração sobre salários, direitos e condições de trabalho, constituiu “uma afronta e um ataque aos trabalhadores sem precedentes nos últimos anos”.

Segundo o sindicato e a CT da Autoeuropa, a administração da Autoeuropa propõe um acordo a três anos sem aumento salarial no primeiro ano e com aumento à taxa de inflação nos anos seguintes.

 A empresa terá também proposto, entre outras alterações, a conversão de alguns rendimentos em banco horas, designadamente a compensação de fim-de-semana em laboração continua, 50% do prémio de objetivos e descanso compensatório do trabalho suplementar.

O comunicado revela ainda que está marcada para dia 21 de abril uma reunião com a administração da empresa e apela à união e à firmeza dos trabalhadores na defesa dos seus direitos.

 A agência Lusa tentou ouvir a administração da Autoeuropa mas não foi possível.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...