Lucro da Daimler aumenta 45 vezes no 1.º trimestre para 4.290 milhões

O grupo Daimler contabilizou um lucro de 4.290 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, 45 vezes superior ao valor registado no ano anterior, de 94 milhões de euros, revelou o fabricante automóvel alemão.

O resultado alcançado no ano passado foi penalizado pela queda nas vendas devido aos efeitos negativos da pandemia de covid-19, refere o grupo empresarial em comunicado, adiantando que no trimestre em análise faturou 41.017 milhões de euros (+10,2% em termos homólogos), depois de as vendas terem recuperado 13%, para 728.609 unidades, na comparação com idêntico período do ano passado.

O resultado operacional melhorou para 5.748 milhões de euros, valor nove vezes superior ou 832% mais do que no ano precedente (617 milhões de euros), após recuperar da crise decorrente da pandemia de covid-19.

O administrador financeiro, Harald Wilhelm, afirmou ao apresentar os resultados que “as vendas, o volume de negócios e o lucro aumentaram notavelmente, devido principalmente ao vento a favor da China”, à venda de modelos que dão mais lucro, aos preços competitivos e à disciplina nos gastos.

“Seguindo este início promissor, estamos muito confiantes de que teremos um progresso muito rápido na melhoria sustentável do retorno do negócio, enquanto expandimos, simultaneamente, o portfólio de automóveis elétricos”, salientou o gestor.

O grupo Daimler registou uma entrada em termos de fluxo de caixa livre do negócio automóvel de 1.810 milhões de euros, contra uma saída 2.300 milhões no primeiro trimestre do ano passado e uma liquidez líquida do negócio automóvel de 20.100 milhões de euros, que compara com 9.300 milhões de euros no mesmo período do ano anterior.

O grupo empresarial investiu em investigação e desenvolvimento (I&D), no período em análise, 2.400 milhões de euros, lê-se no comunicado.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...