Cartão Vermelho: Vieira terá sido “destacado” para o Benfica por Ricardo Salgado

O presidente do Benfica (agora suspenso de funções), Luís Filipe Vieira, terá sido escolhido para o clube pela mão de Ricardo Salgado, ex-presidente do BES, avança a ‘SIC’.

Segundo a estação, que teve acesso ao despacho do tribunal, o juiz Carlos Alexandre, responsável pelo processo, no qual Vieira é arguido, considera que foi Salgado que nomeou Vieira para o Benfica, devido à relação próxima entre ambos.

No documento, citado pela ‘SIC’, Carlos Alexandre “descreve uma relação próxima entre os dois e revela, a partir da investigação, que Vieira chegou a dizer que se não se recandidatasse ao cargo seria “cilindrado””.

O magistrado acredita ainda que Vieira, que entrou no Benfica em 2001 como diretor e, dois anos depois, foi eleito presidente, se manteve no cargo por vontade de Ricardo Salgado.

“Primeiro foi para o Benfica porque foi para lá ‘destacado’ por Ricardo Salgado, com uma linha de tesouraria sem fim (…) Depois de ir para o Benfica, concentrou os financiamentos no BES que se afadigava em emprestar dinheiro”, pode ler-se no despacho, escrito pelo juíz e citado pela estação.

Recorde-se que Luís Filipe Vieira, que suspendeu funções na presidência do Benfica, foi um dos quatro detidos numa investigação que envolve negócios e financiamentos superiores a 100 milhões de euros, com prejuízos para o Estado, SAD do clube e Novo Banco.

Vieira, que está em prisão domiciliária até à prestação de uma caução de três milhões de euros, e proibido de sair do país, está indiciado por abuso de confiança, burla qualificada, falsificação de documentos, branqueamento de capitais, fraude fiscal e abuso de informação.

Segundo o Ministério Público, o empresário provocou prejuízos ao Novo Banco de, pelo menos, 45,6 milhões de euros, compensados pelo Fundo de Resolução.

No mesmo processo foram detidos, para primeiro interrogatório judicial, o seu filho Tiago Vieira, o agente de futebol e advogado Bruno Macedo e o empresário José António dos Santos, todos indiciados por burla, falsificação de documentos, branqueamento de capitais e fraude fiscal.

O antigo futebolista Rui Costa, vice-presidente na direção de Vieira, assumiu a liderança do clube e da SAD.

Ler Mais




Comentários
Loading...