Atleta bielorrusso inicia greve de fome em apoio a compatriotas presos

O decatleta bielorrusso Andrei Krauchanka deu início, esta semana, a uma greve de fome em protesto contra a prisão de opositores do regime de Alexander Lukashenko, de acordo com a Reuters.

A indignação de Krauchanka é patente nas suas declarações, ao afirmar que “ver centenas de pessoas detidas devido às suas opiniões políticas na Bielorrússia tem sido tão doloroso como competir com uma rotura do tendão de Aquiles”.

De forma a mostrar o seu apoio a compatriotas e famílias, o atleta bielorrusso, que venceu a prata nos Jogos Olímpicos de 2008, vai cumprir um período de dez dias daquela forma de resistência e protesto.

“Senti a necessidade de fazer isto porque a repressão não está a diminuir. (…) Está a aumentar”, afirmou o atleta de 35 anos, em declarações à Reuters.

Krauchanka anunciou ainda que está a leiloar a medalha de ouro ganha nos Europeus em pista coberta de 2011.

Em novembro, o decatleta foi demitido da seleção nacional e preso temporariamente depois de ter assinado uma carta aberta a pedir novas eleições na Bielorrússia.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...