União Europeia: Inovação espacial com 300 milhões de investimento

A Comissão Europeia e o Fundo Europeu de Investimento (FEI) anunciaram um investimento no valor de 300 milhões de euros para impulsionar a inovação no setor espacial, cabendo um terço da verba ao orçamento da União. A informação foi divulgada pela representação da Comissão em Portugal, sendo garantido que “a participação do FEI é apoiada pelo Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), o principal pilar do Plano de Investimento para a Europa“.

Orbital Ventures e Primo Space são os fundos de tecnologia espacial, “abrangidos pelo primeiro projeto-piloto de capital próprio apoiado pela UE no setor espacial, a iniciativa ‘InnovFin Space Equity Pilot'”, a que se destina o investimento, segundo a mesma fonte.

A representação da Comissão em Portugal explica que “o fundo Orbital Ventures, um fundo pan-europeu de arranque e de fase inicial, centra-se nas tecnologias espaciais, incluindo as áreas a jusante (comunicações, criptografia, armazenamento e processamento de dados, geolocalização, observação da Terra) e a montante (hardware espacial, materiais, eletrónica, robótica, foguetes, satélites)”.

Quanto ao “fundo Primo Space, um veículo de investimento italiano especializado na transferência de tecnologia em fase inicial, foi o primeiro fundo selecionado pelo FEI no âmbito deste projeto-piloto”. Trata-se de “um dos primeiros fundos de transferência de tecnologia apenas centrado nas tecnologias espaciais na Europa e o primeiro em Itália”.

Além disso, “investe na prova de conceito, em projetos ou empresas em fase de arranque e em fase inicial”, promovendo “a comercialização de inovações revolucionárias na indústria espacial na Europa”.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...