Xpeng Motors percorreu mais de 3.600 quilómetros em condução autónoma

startup chinesa Xpeng Motors organizou uma expedição com uma frota de automóveis Xpeng P7 em condução autónoma que percorreram mais de 3.600 quilómetros, desde a sede da empresa, em Guangzhou, até Pequim. O percurso incluiu a passagem por túneis e montanhas, com 2.930 quilómetros a serem percorridos em autoestradas, a via onde o modelo XPeng P7 beneficia mais do software de condução autónoma Navigation Guided Pilot (NGP) que Elon Musk diz ser uma “cópia” do Tesla Autopilot. Esta expedição representa um recorde para a Xpeng Motors, visto que até agora, nenhum carro tinha percorrido uma extensão tão grande em modo autónomo e com intervenção mínima do condutor. 

A viagem durou oito dias, entre 19 e 26 de março, e contou com a presença de 228 jornalistas e especialistas do setor, diz o site InsideEVsDurante este tempo, a frota passou por seis províncias chinesas e visitou 10 cidades, num percurso pensado para testar o sistema de condução autónoma em condições desfavoráveis como a presença de túneis e montanhas, além de se ter registado mau tempo, incluindo tempestades. 

Segundo a marca, a condução autónoma foi bem-sucedida, com mudanças de faixa de rodagem e ultrapassagens, durante 94,4% do tempo; saídas autónomas de autoestradas em 92,7% do tempo; e travessias em túneis concluídas com sucesso em 94,9% dos casos. 

Por outro lado, foi necessária intervenção humana, em média, 0,71 vezes a cada 100 quilómetros. He Xiaopeng, presidente e CEO da XPeng, comenta que “os resultados mostram que o nosso Npg não é apenas o sistema de condução autónoma mais poderoso, mas também o mais fácil de utilizar em veículos de produção atualmente disponíveis no mercado. Queremos passar a ser o principal fornecedor mundial de hardware e software para a condução autónoma”. 





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...