Van Morrison vai processar governo da Irlanda do Norte devido às restrições impostas pela covid-19

O cantor Van Morrison prepara-se para enfrentar o governo da Irlanda do Norte em tribunal devido à proibição dos espetáculos ao vivo em locais licenciados. Segundo noticia o The Guardian, o anúncio foi feito na terça-feira pelo advogado do músico, que inclusivamente lançou algumas canções de protesto contra as restrições impostas pela pandemia nos últimos meses. 

O advogado Joe Rice disse aos jornalistas que o objetivo é obrigar o governo a rever a lei, visto que “não temos quaisquer evidências credíveis, científicas ou médicas, que justifiquem esta particular proibição, e por isso seguimos para tribunal”.

O Reino Unido lida hoje com uma terceira vaga de Covid-19, em grande parte motivada pela nova variante que surgiu naquele país. Neste âmbito, também os governos da Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte impuseram medidas de restrição a vários níveis para responder à crise sanitária. No caso de Belfast, foram introduzidas leis que proíbem espetáculos ao vivo em todos os espaços fechados, mesmo que licenciados, na Irlanda do Norte. 

A duração prevista para este encerramento é de seis semanas, mas Van Morrison quer tentar uma reabertura antecipada. O cantor já se viu envolto em polémica em agosto passado, quando desafiou as pessoas a combaterem a “pseudociência” em torno da covid-19.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...