Vacinas da gripe e da covid podem ser administradas em simultâneo ou desfasadas no tempo, diz Lacerda Sales

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, considera que o processo de vacinação contra a gripe, planeado para arrancar no início de outubro, será “prioritário” e poderá ocorrer “em simultâneo ou de uma forma desfasada no tempo com a própria vacinação covid.”

O governante sublinhou, à saída de uma cerimónia de celebração dos 42 anos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), que ainda não há indicação para a “co-administração” de ambas as vacinas para já.

Sobre o processo de vacinação e taxa alcançada por Portugal – a mais elevada do mundo –, Lacerda Sales diz que “António Arnaut [fundador do SNS] estaria muito orgulhoso deste feito nacional.”

Depois de agradecer aos profissionais do SNS e da task force no trabalho durante o processo de vacinação, o governante disse ainda que, na reunião de amanhã no Infarmed, “é natural que haja, em função da própria evolução epidemiológica e do esquema de vacinação, uma flexibilização das medidas.”

“Mas, como sempre todos temos dito, em nome de aquilo que dizemos que é o bom senso, é muito natural que muitos de nós continuaremos a andar com a máscara”, ressalvou.

O governante afirmou ainda que “vamos entrar numa fase do ano em que sabemos que [a máscara], também nos protege de outras doenças, nomeadamente da gripe. É muito importante que tenhamos cautela”.

Covid-19: Marcelo diz que Portugal vive “situação invejável” no mundo e que vai “feliz” para a reunião do Infarmed

 

Ler Mais


Comentários
Loading...