Toma de estatinas pode reduzir probabilidade de morte por Covid-19, aponta estudo

Milhões de pessoas que tomam estatinas podem ter menos probabilidade de morrer por Covid-19, de acordo com um estudo de investigadores suecos do Karolinska Institutet, citado pelo ‘The Guardian’.

Estes medicamentos para baixar o colesterol são um dos mais populares do mundo, tendo também a capacidade de reduzir a inflamação nos vasos sanguíneos, o que gerou dúvidas sobre se poderiam ajudar a tratar pacientes com coronavírus.

Agora, um grande estudo publicado na ‘PLOS Medicine’ sugere que as estatinas estão associadas a um risco ligeiramente menor de morte por Covid-19. No entanto, os especialistas recomendaram cautela quanto aos resultados, sublinhando que ainda não há certezas concretas.

A pesquisa analisou a relação entre os medicamentos e a mortalidade por Covid-19. Usando dados de registos suecos, o Karolinska Institutet acompanhou 963.876 residentes de Estocolmo com mais de 45 anos entre março e novembro de 2020.

Os resultados foram baseados em análises de dados de medicamentos prescritos e cuidados de saúde dos participantes e do registo de causas de óbito. As informações foram analisadas tendo por base fatores como condições médicas diagnosticadas.

“Em suma, as nossas descobertas apoiam o uso contínuo de estatinas para condições como doenças cardiovasculares e altos níveis de lipídios no sangue em linha com as recomendações atuais durante a pandemia Covid-19″, disse Viktor Ahlqvist, do Departamento de Saúde Pública Global do Karolinska Institutet.

Os investigadores alertaram que seriam necessários mais estudos para verificar se existe efetivamente uma relação causal.

As limitações do estudo incluem o uso de dados de prescrição sem a possibilidade de verificação do uso individual de medicamentos e o facto de os especialistas não serem capazes de controlar fatores de risco como tabagismo e IMC elevado.

Ler Mais


Comentários
Loading...