Tem carro a gasóleo? Não espere por segunda-feira para abastecer

O preço do gasóleo vai subir na próxima semana, ficando mais caro já a partir de segunda-feira.

Segundo fonte do setor contactada pela MultiNews, a “evolução das cotações em euros aponta para uma subida de 0,50 cêntimos por litro no preço do gasóleo, enquanto a gasolina permanecerá inalterada” nas principais petrolíferas nacionais.

Os preços dos postos junto aos hipermercados, que ganharam muitos adeptos com a escalada dos combustíveis, também seguem as tendências de mercado. Aqui, “as subidas rondam os 0.0044 euros por litro, no caso do gasóleo aditivado, e 0.0026 euros por litro no que diz respeito à gasolina aditivada”, avançou uma outra fonte.

O preço dos combustíveis em Portugal tem registado uma trajetória ascendente e, volta e meia, abastecer o carro fica mais dispendioso para os consumidores. A verdade é que em apenas cinco meses atestar o depósito ficou até 11 euros mais caro. Encher um depósito de gasolina já custa quase 100 euros.

Desde o início do ano, a gasolina 95 subiu 19 cêntimos por litro e o gasóleo aditivado valorizou cerca de 14 cêntimos. Isto quer dizer que encher um depósito de 60 litros de gasolina custa agora mais de 11 euros do que em janeiro. Já para atestar um depósito de gasóleo são precisos mais nove euros do que há cinco meses.

Os dados da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG) mostram que o preço médio do litro de gasolina em Portugal custa atualmente 1,653 euros –  um máximo de fevereiro de 2013 – enquanto o do gasóleo vale 1,465 euros, o mesmo que em janeiro de 2020.

As cotações podem, no entanto, variar nos postos de abastecimento, já que o preço fixado na rede tem ainda em conta o nível de concorrência, da oferta e da procura em cada mercado e o nível de custos fixos de cada posto.

De acordo com o último relatório de Bruxelas, depois de impostos, o preço médio da gasolina 95 octanas praticado em Portugal é o quinto mais caro em toda a UE. Já o gasóleo ocupa a 6ª posição entre os países do espaço comunitário. O relatório da Comissão Europeia também deixa claro que a grande fatia do preço cobrado por cada litro de combustível vai para os cofres do Estado.

Ler Mais




Comentários
Loading...