Tecnologia química vai permitir carregar o telemóvel através da roupa

‘Bem-vindo a 2030’. Assim se chama o documento da associação química espanhola Feique, que revela 12 tecnologias químicas que podem ser uma realidade num futuro próximo.

Uma das que mais se destaca, de acordo com o ‘El Economista’, é a possibilidade de se poder carregar o telemóvel através da roupa, recorrendo a um spray à base de perovskita, um mineral composto por cristais que capta a energia solar.

O diretor da associação, Juan Antonio Labat, destacou ainda desenvolvimentos em seis áreas com contribuições essenciais da química , que considerou fundamentais para o final da década: a captura de CO2, a reciclagem química, as energias renováveis, o armazenamento de energia, a fotossíntese artificial (gerar energia com luz solar de CO2 e água) e o hidrogénio verde, aplicável a setores de difícil eletrificação, como o transporte de pesados, e que pode reduzir as emissões de gases de efeito de estufa em 30%.

Outra tecnologia química com grande potencial aplica-se na produção de baterias à base de íons de sódio. “É mais barato e muito mais abundante que o lítio, por ser o sexto elemento mais comum do planeta, sendo uma boa alternativa em grandes áreas da rede eléctrica”, explicou Juan Antonio Labat.

O futuro próximo da química também envolve ainda a oferta de materiais para impressão em 4D, o que adiciona à impressão 3D a capacidade de os objetos se transformarem no tempo devido à influência de um fator externo, como a temperatura, vibração, imersão em água ou campo magnético.

O documento com as tecnologias promissoras foi apresentado na feira Expoquimia, em Barcelona, onde as principais empresas do setor mostram as inovações, processos e materiais que terão uma maior projeção de desenvolvimento nos próximos dez anos.

Ler Mais


Comentários
Loading...