Tchizé apresenta queixa contra Estado angolano e madrasta Ana Paula

A filha do ex-Presidente de Angola, que está internado em coma induzido num hospital em Barcelona, apresentou esta segunda-feira uma queixa numa esquadra da polícia na cidade espanhola contra o Estado angolano e a esposa do pai, Ana Paula dos Santos, depois de ter observado seguranças ao serviço do governo angolano presentes nesse mesmo hospital.

De acordo com o ‘Jornal de Negócios’, Tchizé dos Santos explicou, num áudio que circula na rede social WhatsApp, que “saí dali [do hospital] e fui para a polícia fazer a denúncia toda”. Acusou os seguranças do Estado angolano de “invadirem hospitais privados” e descreveu a situação como “um absurdo e um atentado à soberania do Estado espanhol”.

Tchizé rejeita a presença desse pessoal de segurança, que classifica como “militares”, e sublinha que “eles não têm licença para estar aqui”. A filha do antigo Presidente de Angola diz ainda que a situação é uma “pouca-vergonha”, frisando que o Estado angolano retirou a escolta de segurança aos filhos de Eduardo dos Santos, mas aumentou o número de seguranças que acompanham a mulher do ex-Chefe de Estado e madrasta de Tchizé, Ana Paula dos Santos.

Tchizé acusa a madrasta de só ter estado com Eduardo dos Santos durante dois meses no espaço de cinco anos e garante que o hospital em Barcelona lhe comunicou que Ana Paula dos Santos faz tenções de continuar a visitar o ex-Presidente angolano, pelo menos até existir uma ordem judicial que a impeça.

Ainda esta semana, a advogada da filha de Eduardo dos Santos apresentou outra queixa na polícia catalã, instando as autoridades a investigarem “a alegada realização dos crimes de tentativa de homicídio” contra o antigo Presidente de Angola, que está internado em estado crítico desde 23 de junho. A queixa cobre também denúncias de “omissão do dever de assistência, ferimentos devidos a negligência grosseira e revelação de segredos por pessoas próximas” a Eduardo dos Santos.



Comentários
Loading...