Sete em cada 10 pessoas têm uma opinião negativa sobre Putin. Popularidade do Presidente russo no mundo cai para mínimos dos últimos 20 anos

Cerca de 85% das populações de 18 países mostram uma opinião desfavorável face ao Presidente da Rússia, embora 9% acredite que Putin “fará o que está certo” no plano da política internacional.

Uma sondagem realizada pelo Pew Research Center mostra que a popularidade de Vladimir Putin a nível mundial tem estado em trajetória decrescente ao longo dos seus 20 anos no poder na Rússia. Sete em cada 10 pessoas em quase todos os países abrangidos pelo estudo dizem ter uma opinião negativa do Presidente russo.

Este ano, em que o líder do Kremlin lançou uma guerra militar contra a vizinha Ucrânia, “esses números atingiram mínimos históricos” em todos os países analisados.

Os dados revelam que a aprovação de Putin registou uma queda expressiva junto das porções populacionais que se identificam com a direita política, que tradicionalmente se têm mostrado favoráveis ao Presidente russo. Contudo, a consultora explica que “regra geral, os europeus que apoiam partidos populistas de direita nos seus próprios países têm maior propensão para mostrar confiança em que Putin fará o que está certo no que toca aos assuntos globais”.

A diminuição da popularidade de Putin acontece em paralelo com a deterioração da opinião pública face à Rússia nesses 18 países. Os números apontam que uma mediana de 85% dessas populações têm uma visão desfavorável da própria Rússia. Nesse âmbito, é destacada a Polónia, seguida de perto pela Suécia, como sendo o país com a opinião mais negativa do país liderado por Putin com 97% da população a admitir que tem mesmo uma visão “muito desfavorável” da Rússia.

“Observou-se um declínio acentuado na opinião favorável à Rússia” desde que o mesmo levantamento foi feito em 2020, diz a consultora.

A sondagem do Pew Research Center mostra que é na Malásia que se regista a opinião mais favorável sobre Putin e a Rússia.

O inquérito foi realizado entre 21 e 27 de março deste ano em 18 países da América do Norte, da Europa e da região da Ásia-Pacífico.

Ler Mais


Comentários
Loading...