São Paulo, a cidade que nasceu com um colégio jesuíta

A povoação de São Paulo de Piratininga surgiu no dia 25 de janeiro de 1554 com a construção de um colégio jesuíta por doze padres, entre eles Manuel da Nóbrega e José de Anchieta, no alto de uma colina escarpada, entre os os rios Anhangabaú e Tamanduateí.

Esse colégio, que funcionava num barracão feito de taipa de pilão, tinha, por finalidade, dar catequese aos índios que viviam na região do Planalto de Piratininga, separados do litoral pela Serra do Mar, chamada pelos índios de “Serra de Paranapiacaba”.

O nome São Paulo foi escolhido porque o dia da fundação do colégio,  25 de janeiro, é o mesmo dia em que a Igreja Católica celebra a conversão do apóstolo Paulo de Tarso, conforme disse o padre José de Anchieta na carta dirigida à Companhia de Jesus:

«A 25 de janeiro do Ano do Senhor de 1554 celebramos, em paupérrima e estreitíssima casinha, a primeira missa, no dia da conversão do Apóstolo São Paulo e, por isso, a ele dedicamos nossa casa»





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...