Rússia adia julgamento de Alexei Navalny

A Rússia adiou ontem o julgamento do opositor ao regime de Putin, Alexei Navalny, acusado de difamação e desvio ilegal de fundos, dado que este está a cumprir o isolamento obrigatório, imposto a todos os viajantes que chegam ao país, segundo o canal Euronews.

“Ele sente-se bem, dormiu bem, está otimista e cheio de energia e encontra-se sozinho na cela porque se encontra a cumprir o isolamento obrigatório face à covid-19”, afirmou Vladimir Kobzev, advogado de Navalny, de acordo com a mesma fonte.

O documentário publicado no domingo pela equipa de Navalny, com acusações de corrupção dirigidas a Vladimir Putin na rede YouTube, obteve 21 milhões de visualizações em menos de 24 horas, conforme noticiou entretanto o Sputnik.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, já negou todas as acusações presentes no vídeo, sobretudo as que indicam que Putin tem propriedades não declaradas ao Estado: “Todas as propriedades do Presidente estão discriminadas nas declarações anuais de impostos”, afirmou Peskov, citado pela Agência Russa de Notícias (TASS).

Navalny foi detido no domingo ao chegar à Rússia, após ter recebido tratamento médico em território alemão, na sequência de uma tentativa de envenenamento que sofreu em agosto do ano passado.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...