Radares detetaram mais de 764 mil veículos em excesso de velocidade em 2020

Em 2020 os radares detetaram mais de 764 mil veículos em infração devido a excesso de velocidade. De acordo com o relatório da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), este número representa um aumento de 14,5% face ao registado em 2019 e é o único, entre as infrações, que cresceu no ano passado. Considerando que a multa mínima por excesso de velocidade é de 60 euros, o total poderá ter rendido ao Estado pelo menos 45,8 milhões de euros. Se juntarmos a este número outras infrações várias, poderão ter sido cobrados em multas 83 milhões de euros em 2020, diz o Correio da Manhã. 

Entre os infratores, a maioria foi detetada nos radares da ANSR (461 mil, um aumento de 31%), mas contam-se também os “apanhados” pela GNR e PSP (211 mil, mais 4% do que no ano passado) e pela Polícia Municipal de Lisboa (91 mil, um decréscimo de 7,5%). 

Entretanto, a ANSR prepara-se para adicionar 50 locais de controlo de velocidade instantânea aos já existentes, sendo que 20 destes novos locais servirão para controlo de velocidade média entre dois pontos, num investimento que ronda os 1,6 milhões de euros. 





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...