Paris abandona planos para novos edifícios ao pé da Torre Eiffel após protestos de ambientalistas

Paris abandonou os planos para a construção de novos edifícios ao redor da Torre Eiffel após meses de protestos de ambientalistas e uma petição que recolheu mais de 150 mil assinaturas – em causa estavam 20 árvores adultas que teriam de ser cortadas. “Estou a anunciar que estamos a cancelar completamente qualquer projeto de construção ao pé da torre e a paisaem é mantida”, apontou Emmanuel Grégoire, ao jornal francês ‘Journal du Dimanche’.

A decisão de salvar as árvores foi tomada em maio último, após protestos e objeções da população local, que contrariaram os planos paisagísticos que previam uma reorganização do espaço em redor da atração turística. “Não estamos a ceder à pressão mas gostaríamos que o projeto não fosse ofuscado pela controvérsias. Vamos dizer que apenas estamos a remover um pouco do atrito”, referiu o responsável.

Uma área de 54 hectares ao redor da torre, atravessada por várias estradas, será em grande parte destinada a pedestres e “transportes de baixo impacto”, como ciclovias e camionetas. As autoridades da autarquia pretendem terminar a intervenção para o início dos Jogos Olímpicos de Paris, em 2024.

Estima-se que 150 mil pessoas visitam a Torre Eiffel todos os dias durante o verão, incluindo de entre 20 e 30 mil que sobem à atração turística. No geral, são 7 milhões os visitantes por ano.

Os ativistas ficaram encantados com os planos abandonados para os edifícios e as árvores salvas. “Estamos satisfeitos por enquanto mas continuamos vigilantes”, referiu Thomas Brail, do Grupo Nacional de Vigilância de Árvores (GNSA).




loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.