Ómicron: Primeiros doentes já estão “totalmente recuperados”. Médica que detetou variante diz que todos tiveram doença ligeira

Angelique Coetzee, a médica que detetou a nova variante da África do Sul, a Ómicron, revela que os primeiros doentes que testaram positivo no país já estão “totalmente recuperados” e que todos tiveram doença ligeira.

Em declarações à ‘RTP’, a responsável começa por referir que todos “estão bem, totalmente recuperados” e que o tempo de recuperação foi em média de cinco dias.

“Se ouvirmos o que os pacientes dizem, os que tratámos desde o dia 18, demoram cerca de 5 dias (a recuperar) e eu não vi ninguém que tivesse piorado”, afirmou.

A especialista sublinha que esta nova variante “afeta todas as idades, o mais novo tem quatro meses e o mais velho tem 82 anos”, indica adiantando que “tivemos alguns com infeções depois da vacina da Pfizer”.

Ainda assim, Angelique Coetzee ressalva que neste momento “estão todos bem, todos tiveram sintomas muito ligeiros e dois deles tinham cancro”, sublinha.

A especialista afirma ainda que “por enquanto, os sintomas são na sua maioria facilmente tratáveis em casa”, mas pede que se tenha atenção aos mesmos: Garganta irritada ou inflamada, dores no cirpo, uma ligeira dor de cabeça.

Ler Mais


Comentários
Loading...