Negacionistas? Médico intensivista considera-os “criminosos”

O movimento de negacionistas ficou na ordem do dia depois de dezenas de manifestantes terem insultado Ferro Rodrigues e de Rui Fonseca e Castro, o juiz negacionista que está suspenso de funções.

O médico intensivista do Hospital Pedro Hispano Gustavo Carona defendeu, em entrevista à SIC Notícias, que “todas as pessoas que estejam responsáveis por contaminar a boa informação, pela saúde de todos” devem ser consideradas “criminosas”.

A ciência discute-se dentro dela própria. Tudo o que é do espetro político – confinamento, máscaras na rua – acho que é passível de discussão, mas a ciência tem de ser discutida dentro dela própria, não é não é na opinião pública”, considerou ainda o médico.

No que diz respeito ao caso concreto do juiz negacionista, o presidente da direção da Associação Sindical dos Juízes Portugueses, Manuel Soares, considerou também, na mesma entrevista à SIC Notícias, que “ninguém tem de suportar aqueles comportamentos bizarros numa sala de audiências”.

“Como nós dissemos no comunicado, temos de esperar e confiar que as autoridades usem as competências que têm e sabem atuar. E não há ninguém, com bom senso, que não perceba qual é a solução para este caso. É sair da magistratura rapidamente”, defendeu.



Comentários
Loading...