Morreu Christopher Plummer, o capitão Von Trapp do filme “Música no Coração”

Ídolo de Hollywood e com uma longuíssima carreira em que se destaca o seu papel como capitão Von Trapp no popular filme “Música no Coração”, de 1965, ao lado de Julie Andrews e com realização de Robert Wise, morreu hoje o ator Christopher Plummer, aos 91 anos. Em 2012, então com 82 anos, recebera um Óscar para Melhor Ator Secundário com a sua interpretação na película “Assim é o Amor”, passando a ser o mais velho distinguido com a estatueta. E, aos 88 anos, em 2017, seria o mais velho nomeado para um Óscar pelo seu papel no filme “Todo o Dinheiro do Mundo”, de Ridley Scott.

Foram os próprios agentes do ator que confirmaram a informação, acrescentando que estava rodeado pela família no Connecticut quando faleceu. “Era um homem extraordinário, profundamente amado e respeitado pela sua profissão. Além disso, era um cavalheiro e o seu humanismo tocou os corações de milhões de pessoas à escala mundial. Estará para sempre connosco”, afirmou Lou Pitt, um dos seus representantes mais antigos, citado pela Hollywood Reporter.

Arthur Christopher Orme Plummer nasceu na cidade canadiana de Toronto a 13 de dezembro de 1929. Era bisneto de Sir John Abbott, primeiro-ministro do Canadá, mas não seguiu a política, espraiando por teatro, televisão e cinema o seu talento. Começou por ser um brilhante intérprete das peças de Shakespeare, chegou à Broadway e ao cinema. Tinha 35 anos e estava apenas no seu quarto filme quando protagonizou “Música no Coração”, filme que iria eternizá-lo na História do Cinema, apesar das dezenas em que participou, filmando às ordens de alguns dos realizadores mais marcantes de Hollywood. Também trabalhou em séries televisivas relevantes como “Pássaros Feridos”, por exemplo.

Como a sua paixão principal eram os palcos de teatro, foi sempre marcando presenças memoráveis e recebeu dois prémios Tony pelos seus desempenhos em “Cyrano” (1974) e “Rei Lear” (2004). Foi marido de Tammy Grimes entre 1956 e 1960; de Patricia Lewis, de 1962 a 1967 e deixa viúva Elaine Taylor, com quem se casou em 1970. Era o pai da atriz Amanda Plummer.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...