Mitch McConnell, líder republicano do Senado, admite que “foi Trump quem provocou o ataque ao Capitólio”

O líder republicano do Senado, Mitch McConnell, afirmou hoje que a multidão que invadiu o Capitólio no passado dia 6 de janeiro foi “alimentada por mentiras” e “provocada pelo Presidente (Donald Trump) que a incitou à violência”, avança o New York Times (NYT).

Estas declarações do líder republicano foram proferidas durante uma sessão do plenário do Senado que decorreu hoje.

Na semana passada, McConnell informou os outros republicanos de que ainda não decidira como iria votar no julgamento de Trump no Senado, depois de o início do ‘impeachment’ ter sido aprovado pela Câmara dos Representantes, como lembra a publicação nova-iorquina.

Esta afirmação de McConnell, devido à sua influência junto dos outros republicanos, pode exercer um impacto importante na decisão que o Senado tomará no julgamento do processo de ‘impeachment’ de Donald Trump.

Para que Trump seja condenado e não possa voltar a candidatar-se à presidência dos EUA são necessários 67 votos dos senadores. Assim, pelo menos 17 republicanos têm de juntar os seus aos votos dos 50 democratas no veredicto.

A presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, ainda não avisou quando enviará o artigo de ‘impeachment’ aprovado pela sua Câmara para o Senado, iniciando assim o julgamento do Presidente cessante.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...