Mercedes-Benz acelera na eletrificação mas não abandona, para já, os veículos a combustão

A Mercedes-Benz está a acelerar os seus planos de eletrificação para um futuro de zero emissões através da linha EQ de carros elétricos, bem como versões híbridas plug-in de modelos já existentes.

No entanto, a marca alemã não parece disposta a abandonar já os modelos a combustão, como confirmou o CEO Ola Källenius numa entrevista ao Financial Times: “Penso que é muito cedo para afirmarmos de forma definitiva como será o mercado em 2030, mas faz parte do nosso trabalho estarmos na posição de endereçar esse mercado”. 

Para Källenius, é prematuro abandonar os modelos a combustão porque, diz, eles são “uma máquina de fazer dinheiro” que vai servir para financiar os futuros veículos elétricos. 

Estas declarações surgem depois da americana Ford ter anunciado que vai deixar de vender veículos a combustão na Europa a partir de 2030, tornando-se um dos primeiros grandes fabricantes a assumir um compromisso tão definitivo. Também a sueca Volvo já anunciou que espera ter a sua gama totalmente eletrificada em 2030, e a General Motors, que já não vende na Europa, promete ter apenas veículos zero emissões em 2035.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...