McDonald’s substitui garrafas por copos de água em França. Mas cobra 1,70 euros

Os menus da McDonald’s em França estão a vender copos de água da torneira por 1,70 euros (25 centilitros) ou 2,30 euros (50 centilitros). Estes copos de água substituíram as habituais garrafas da Evian e da Badoit que eram vendidas com os menus, avança o jornal Le Figaro.

O objetivo da cadeia de fast-food é reduzir o desperdício, mas a cobrança por água em copos de cartão, a que a marca chamou de “Eau by McDonald’s”, está a gerar polémica no país, apesar de permitir que seja servida com limão, com gás ou lisa.

“ O fim da distribuição de garrafas de plástico é uma novidade mundial para a nossa marca. Em média, 75 milhões de garrafas foram vendidas nos restaurantes McDonald’s em França. Este novo compromisso vai economizar mais de mil toneladas de plástico adicional”, anunciou a marca em abril deste ano.

Até aqui a medida parece fazer todo o sentido, mas acabou por gerar indignação quando foi revelado pela comunicação social francesa que a água agora vendida nos restaurantes da cadeia não era mais do que água da torneira filtrada.

Foi o próprio vice-presidente da Câmara de Paris, encarregue da pasta da transição ecológica, que veio lembrar que a água da torneira na cidade custa 0,003 euros por litro. Ou seja, contas feitas, o McDonald’s está a vender o litro da mesma água por 7 euros.


Porém, como escreve o Le Figaro, a cadeia não pode impedir os clientes de terem acesso a água da torneira gratuita, já que em França está em vigor um decreto-lei, datado de 8 de junho de 1967, que exige que os donos de restaurantes forneçam água gratuita com o serviço de refeição.

De acordo com um esclarecimento da Direção-Geral da Concorrência, Consumo e Controlo de Fraudes de França, o preço das refeições têm de incluir à partida itens como “ pão, água pura, especiarias ou ingredientes, pratos, copos, guardanapos, etc., que normalmente são disponibilizados ao cliente durante a refeição ”.

Ler Mais


Comentários
Loading...