Mais de 100 mil pessoas podem vir a morrer até ao fim dos Jogos Olímpicos, prevê OMS

Com os Jogos Olímpicos quase à porta, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), o general Tedros Adhanom Ghebreyesus, considerou que até o final da competição pelo menos 100 mil pessoas terão morrido.

“Até que a chama olímpica apague no dia 8 de agosto, terão morrido mais de 100 mil pessoas. A pandemia da Covid-19 é um teste, e o mundo está a falhar”, referiu o general, perante o Comité Olímpico, num apelo ao cumprimento das regras sanitárias antes da competição.

Até ao momento, os organizadores do evento afirmaram que já 79 pessoas morreram em casos relacionados com a prova, em Tóquio, devido à pandemia da Covid-19.

O período de estado de emergência durará até 22 de agosto, com os fãs a não poderem marcar presença nos estádios, sendo esta uma das medidas restritivas tomadas pelo Comité Olímpico.

De acordo com a CNN, a abertura da cerimónia é esperada para a próxima sexta-feira, o clima é de incerteza e teme-se que a competição venha a ser um evento disseminador do vírus.





Comentários
Loading...