Le Pen absolvida em julgamento sobre discurso de ódio

Marine Le Pen foi absolvida, esta terça-feira, das acusações que lhe foram imputadas por ter tornado públicas imagens explícitas de vítimas do Estado Islâmico, de acordo com o El Confidencial.

O caso remonta a 2015, quando a presidente do partido Rassemblement Nacional – antigo Frente Nacional – difundiu três fotografias de vítimas do referido grupo terrorista, uma situação que o Ministério Público entendeu como uma forma de exibir ações violentas.

Além de Le Pen, também o deputado Gilbert Collard foi implicado no mesmo caso.

Contudo, o tribunal do município francês de Nanterre entendeu que o tipo de mensagem passada pela dirigente de extrema-direita é uma forma de exercer a sua liberdade de expressão e que as referidas publicações têm um sentido “informativo”.

A decisão refere que os conteúdos fazem “parte de uma abordagem de protesto público” e que podem “contribuir para o debate público”, visto que não “banalizam” a violência.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...