Jerónimo Martins deu prémio de 20 milhões a trabalhadores pelo Natal

O Conselho de Administração da Jerónimo Martins, atendendo ao “contexto excecionalmente difícil” que exigiu das equipas na linha da frente “uma grande resiliência”, aprovou em reconhecimento um prémio de cerca de 20 milhões de euros por ocasião do Natal.

Esta informação consta da mensagem do administrador delegado e presidente executivo da dona do Pingo Doce, Pedro Soares dos Santos, incluída no comunicado hoje enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) sobre as vendas preliminares do grupo.

“A exigência sem precedentes de 2020 colocou-nos à prova e convocou-nos a darmos o melhor de nós”, começou por dizer Pedro Soares dos Santos, no comunicado em que refere que as vendas consolidadas do grupo cresceram 3,5% no ano passado, face a 2019, para 19,3 mil milhões de euros.

“Num contexto pandémico marcado por uma incerteza muito elevada, as nossas equipas superaram-se e asseguraram um notável crescimento ao nível do grupo, ao mesmo tempo que reforçaram a competitividade em todas as insígnias”, acrescenta.

“De facto, mantivemo-nos fiéis à nossa promessa de qualidade ao melhor preço em todos os momentos, mesmo quando as restrições em Portugal e na Colômbia impactaram o muito intenso tráfego a que as nossas lojas estavam habituadas”, prossegue.

“Acreditamos que investir na competitividade num contexto adverso foi uma decisão fundamental que se traduzirá na confiança reforçada dos nossos consumidores”, adianta, salientando que foram 12 meses “de superação conquistados pelo trabalho dedicado” das equipas, “especialmente das que trabalham nas lojas e nos centros de distribuição, que deram o seu melhor para servir os consumidores em circunstâncias de grande imprevisibilidade e de fortíssima pressão”.

Assim, “neste contexto excecionalmente difícil, que exigiu das nossas equipas na linha da frente uma grande resiliência, o Conselho de Administração aprovou, em reconhecimento do seu compromisso e sentido de missão, a distribuição, por ocasião do Natal, de um valor equivalente a cerca de 20 milhões de euros ao nível do grupo”, acrescentou o presidente executivo.

“Entramos em 2021 certos que continuaremos a contar com a energia e o empenho de todos”, concluiu Pedro Soares dos Santos.



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...