Já há acordo na Alemanha. Olaf Scholz deverá ocupar o lugar de Merkel

Olaf Scholz deverá suceder a Angela Merkel como chanceler da Alemanha depois de ter conseguido formar uma coligação sem precedentes cuja bandeira é “renovar a maior economia da Europa, combatendo as alterações climáticas e promovendo as tecnologias digitais”, avança a Bloomberg.

Depois de quase dois meses de negociações intensas, os sociais-democratas de centro-esquerda de Scholz anunciaram que chegou hoje o dia de apresentar o acordo de coligação entre Partido Social-Democrata (SPD), Verdes e liberais (FDP).

Os detalhes da coligação vão ser divulgados mais tarde em conferência de imprensa, agendada para as 15h de hoje.

A aliança marcará assim o fim do mandato de 16 anos de Merkel. Durante os seus quatro mandatos como chanceler, tornou-se numa das líderes mais respeitadas do mundo ocidental, mas é acusada de ter deixado a indústria do país exposta às ameaças da China e às mudanças de tecnologia.

O novo governo promete colocar a proteção do clima a liderar as prioridades, lutando por investimentos em novas tecnologias e atualizando a infraestrutura obsoleta da Alemanha. Planeia também abandonar o carvão em 2030.



Comentários
Loading...