IPMA: Julho foi o segundo mais quente de sempre na Europa. Portugal escapou e esteve abaixo da média

O mês de julho foi o terceiro mais quente a nível global e o segundo mais quente de sempre na Europa. Já em Portugal Continental, o mês de julho classificou-se como frio e seco com um valor médio da temperatura média do ar (21.54 °C)  0.63 °C inferior ao valor normal, sendo o quinto valor mais baixo desde 2000, revela o Boletim Climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

No final do mês de julho, 58% do território português estava em situação de seca meteorológica.

Verificou-se um aumento da área em seca fraca nos distritos de Portalegre, Santarém, Castelo Branco e Bragança. Grande parte do Baixo Alentejo e Barlavento Algarvio estão na classe de seca moderada, enquanto a zona de Alvalade do Sado e o sotavento Algarvio estão na classe de seca severa, revela o mesmo relatório.

O mês de julho foi o terceiro mais quente a nível global e o segundo mais quente de sempre na Europa.

Na Europa, o mês foi mais quente do que a média na maior parte das regiões do norte e leste da Europa, com temperaturas muito acima do valor normal. Na Islândia e em partes do leste da Gronelândia, as temperaturas estiveram muito acima da média.

Ocorreram ondas de calor desde o Báltico até ao Mediterrâneo oriental e no sudeste da Europa no final do mês verificaram-se ondas de calor muito severas, refere o mesmo relatório.

Por outro lado, numa faixa que se estendia de Portugal até à Alemanha e em partes do noroeste da Rússia foi um pouco mais frio do que a média.

Em relação à precipitação na Europa, julho registou valores muito acima do normal nas zonas mais ocidentais da Europa Central. Ocorreram eventos fortes e precipitação durante o meio e o final do mês que levaram a inundações devastadoras em partes da Bélgica, Alemanha, Luxemburgo, Holanda, Suíça e no sul do Reino Unido.

Já na zona oriental do continente, verificaram-se condições mais secas do que a média, nomeadamente na Finlândia, nos Estados Bálticos, na Rússia Ocidental e nos Balcãs Orientais com anomalias significativas. Islândia, Irlanda, norte do Reino Unido e Península Ibérica também foram em geral mais secos do que a média.

Ler Mais


Comentários
Loading...