Foi reportado o primeiro caso clínico de dependência do Fortnite. Jovem esteve internado dois meses

Um adolescente espanhol tornou-se no primeiro caso clínico conhecido no mundo a ser internado durante dois meses por uma grave dependência do jogo Fortnite.

De acordo com a agência Efe, o jovem desenvolveu um distúrbio de comportamento que o levou ao isolamento em casa e à rejeição de interações sociais.

A notícia foi divulgada depois de a equipe do Hospital Municipal de Castellón, onde o adolescente esteve internado, ter publicado um artigo científico sobre o caso, o único relatado no mundo até agora.

O jovem apresentava alterações no desempenho das atividades elementares do quotidiano e no ritmo de sono. Tinha um desempenho académico muito elevado antes do problema de vício no jogo e começou a faltar às aulas e a não cumprir horários de descanso.

O tratamento do jovem desenvolveu-se num trabalho tanto com ele como com a família.

Os especialistas envolvidos neste caso alertam para a necessidade de se estar atento para os comportamentos de menores que jogam videojogos e com as idades cada vez mais precoces com que começam a jogar, sublinhando a “falta de maturidade nas funções executivas e cognitivas na adolescência.”

Ler Mais


Comentários
Loading...