Facebook acaba com tratamento especial a governantes depois de banir Trump

O Facebook planeia pôr fim à polémica política de moderação de conteúdo que deixa de fora governantes, mas que se aplica a todos os outros utilizadores, escreve o ‘The Verge’.

Os responsáveis pela rede social deverão tomar esta decisão depois de o conselho de vigilância da empresa ter decidido banir Donald Trump do Facebook e do Instagram durante seis meses, na sequência do ataque ao Capitólio.

A alteração terá um impacto global na forma como os governantes eleitos usam a rede social e ocorre depois de o Oversight Board – um grupo independente fundado pelo Facebook, para rever as decisões mais sensíveis sobre conteúdo – ter banido Trump e ter também criticado o tratamento especial que é dado aos políticos, defendendo que as “mesmas regras devem ser aplicadas a todos os utilizadores”.

O Facebook terá de responder até este sábado, 5 de Junho, sobre que decisões tomar após esta deliberação.

As únicas contas que poderão ter um estatuto especial serão as dos órgãos de comunicação social, para que possam manter notícias sobre declarações de políticos ou outras personalidades, mesmo que estas violem regras da política de conteúdo.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...