EUA tinham razão? Europa ficou refém da Rússia devido à energia

Perante os aumentos de preços, a Rússia prontificou-se a fornecer gás para toda a região da Europa e os especialistas agora alertam: os países europeus ficaram reféns dos russos no que diz respeito à energia.

E, segundo a CNBC, os Estados Unidos já tinham alertado para esta possibilidade. Os contratos de gás natural atingiram novos máximos na Europa esta semana e os preços de referência regionais subiram quase 500% este ano, com o aumento da procura e uma redução na oferta a pressionar o setor de energia à medida que o clima fica mais frio.

Vladimir Putin interveio, oferecendo um aumento no fornecimento de gás da Rússia para a Europa. Analistas no mercado, citados pela CNBC, disseram que a medida mostra que a Europa está cada vez mais vulnerável à Rússia e prevêem que a Alemanha certifique o polémico projeto do gasoduto Nord Stream 2, que trará mais gás russo para a Europa através do Mar Báltico.

O gasoduto agora concluído tem a oposição dos Estados Unidos, que há muito se opõem ao projeto, alertando durante anos ao longo da sua construção para o comprometimento da segurança energética da Europa.

“A Europa agora tornou-se refém da Rússia por causa do fornecimento de energia”, defende Timothy Ash, analista sénior de mercados emergentes da Bluebay Asset Management, considerando a situação “inacreditável”.

″ [É] muito evidente que a Rússia tem a Europa (UE e Reino Unido) com uma luta de energia, e a Europa (e o Reino Unido) são muito fracos para fazer qualquer coisa a respeito ”, disse, classificando o cenário como uma “chantagem de energia”.

Ler Mais


Comentários
Loading...