Estudo indica que quase metade dos condutores ignora as luzes de aviso

Um novo estudo realizado no Reino Unido conclui que quase metade dos condutores ignora as luzes de aviso, diz o Autocar. Dos 2.000 inquiridos, 46% admitiram que não tomam medidas imediatas relativamente às luzes de aviso quanto elas aparecem.

Deste grupo, 19% acrescentam ainda que continuam a conduzir por mais dois ou três dias sem tomar qualquer medida – mesmo quando se trata de um aviso de emergência.

O mesmo estudo refere que dos 32,7 milhões de pessoas com carta de condução no Reino Unido, pelo menos 6,2 milhões não têm qualquer problema em ignorar uma luz de aviso de emergência durante um período “significativo” de tempo.

As razões mais citadas pelos inquiridos para este comportamento foi acreditarem que ainda há tempo para resolver o problema (40%), receio dos custos de reparação (34%) e preguiça (24%).

Um porta-voz da Robins & Day, entidade que realizou o estudo, afirma que “uma das piores coisas que se pode fazer como condutor é ignorar os sinais de aviso que aparecem no dashboard. Embora seja natural algum receio pelos custos de reparação, ignorar estes avisos pode fazer aumentar a fatura porque poderá estar a causar danos mais sérios ao veículo”.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...