Eric Clapton cancela concertos em salas onde seja obrigatório certificado de vacina

O músico Eric Clapton anunciou que se recusa a atuar em qualquer sala de espetáculos que exija aos espectadores certificado que compre a vacinação completa.

Em reação ao anúncio do Governo britânico de que os passaportes de vacinas passarão a ser obrigatórios para entrar em discotecas e salas de espetáculo até ao final de setembro, Eric Clapton emitiu um comunicado a anunciar que não vai tocar em “nenhum palco em que um público seja discriminado.”

“A menos que haja forma de todas as pessoas poderem comparecer, eu reservo-me o direito de cancelar os concertos”, refere o comunicado, citado pelo The Guardian.

Clapton relatou em maio nas redes sociais que tinha sofrido reações “graves” à vacina da AstraZeneca e tem manifestado opiniões críticas face às medidas restritivas.

O músico tem atuações agendadas no Reino Unido para o Royal Albert Hall em maio de 2022, altura em que se prevê que o passaporte de vacinação seja obrigatório.





Comentários
Loading...